Em matéria ao site Metal Hammer, Amy Lee listou os 10 albuns que mudaram a sua vida, entre eles está o álbum "Evanescence" lançado em 2011, Teenage Dream, da Katy Perry e In Utero, do Nirvana. Confira a lista completa:

O primeiro álbum que eu comprei foi…
The California Raisins – The California Raisins Sing The Hit Songs (1987)

"The California Raisins! É raisins claymation fazendo covers do The Four Tops etc. Foi uma grande coisa nos anos 80 e eu tinha cinco anos de idade. Eu devo ser a primeira pessoa a falar sobre The California Raisins no Metal Hammer."




O álbum que eu gostaria de fazer é…
Nine Inch Nails – The Downward Spiral (1994)

"Essa é uma pergunta difícil! The Downward Spiral. Eu quero tantas coisas que não são da música, mas se esse fosse o meu disco… eu poderia cantar essa coisa toda e ser muito feliz. Eu tenho todos os álbuns do NIN, mas ... Downward Spiral é o meu favorito."




O álbum que partiu meu coração é…
Björk – Vespertine (2001)

“Vespertine de Björk. É realmente sinistro e maduro, tem poesia pagã sobre isso. Há algumas músicas que são tão lindas e são, para mim é uma maneira deixar as coisas de lado e aceitar as coisas de uma maneira muito bonita e meio triste”.





O álbum que eu gostaria de ser lembrado é…
Evanescence – Evanescence (2011)

“Há um motivo pelo qual ele é chamado Evanescence. Estamos muito orgulhosos disso. No primeiro, ainda éramos crianças e experimentávamos muitas coisas - escrevi My Immortal quando eu tinha 16 anos - e o The Open Door foi para nos libertar em alguns aspectos. O crescimento faz de você um músico melhor”.





O álbum que eu ultrapasso o limite de velocidade…
Rob Zombie – Hellbilly Deluxe (1998)

“Eu não dirijo há anos! Então, em termos do que eu trabalho, é Rob Zombie e White Zombie. Eu amo os dois e seus filmes. Embora, ou… eu também trabalhe para Janet Jackson! Ha ha ha!






A melhor arte de álbum é…
 Nirvana – In Utero (1993)

“Eu realmente amo a arte do In Utero. A anatomia desse estranho, mas lindo anjo; sujo, interno e cru. É muito impressionante, e eu amo o disco também - esse álbum foi grande em minha vida. ”






O álbum que eu queria tocar no meu funeral é...
Harry Nilsson – Nilsson: Greatest Hits (1980)

“Harry Nilsson. É difícil escolher um álbum - posso permitir maiores sucessos? Isso é o que eu  mais ouço, mas ele escreveu muitas músicas ótimas, e eu nem percebi que ele era o cara por trás de muitas delas até alguns anos atrás. Eu estava tipo, 'Esse cara escreveu Without You and One?!' Eu definitivamente espero que haja momentos felizes no meu funeral - deve ser uma celebração!”


Uma criança me pergunta o que é metal. Eu lhe entregaria uma cópia de...
Pantera – Cowboys From Hell (199)

“Pantera! Cowboys From Hell. Isso para mim é o melhor do metal. Eu tive fases na minha vida onde achava que metal era o melhor, mas ao longo do tempo, tantas bandas vêm e vão e mesmo assim não há nada como esse sentimento no som deles. E Dime, ele foi simplesmente incrível. Havia algo muito especial naquele homem.


O primeiro álbum que eu fiz foi…
Smashing Pumpkins – Siamese Dream (1993)

“Isso é realmente bom! Estou tentando pensar na primeira que eu recriei. Não me lembro! Ha ha ha! Provavelmente Siamese Dream do Smashing Pumpkins. Essa é uma escolha bem interessante, não é? É bem acelerado. Ah, Mayonaise está no Siamese Dream, então essa definitivamente é a resposta certa.



Ninguém vai acreditar que eu possuo uma cópia de…
Katy Perry – Teenage Dream (2010)

"Ok, eu vou acabar dizendo algo como Christina Aguilera! Ha ha ha! Quem é ótimo no pop? Ok ... honestamente, eu não comprei - foi dado para mim - mas eu coloquei no meu iTunes, então é Katy Perry. Não seja chata, é definitivamente um prazer culposo. Eu gosto dessa música E.T. Eu me pergunto se poderia haver uma versão pesada disso...





Fonte: Metal Hammer


Os fãs do Evanescence estão acusando a Bring Me The Horizon de plágio em "nihilist blues", a mais nova música da banda. A pesar dos gêneros musicais serem diferentes, parte da nova música possui muita semelhança com "Never Go Back", do álbum auto-intitulado, lançado em 2011.

Até o momento nenhuma das bandas se pronunciou sobre o caso. Ouça as músicas:




O site da Loudwire publicou uma lista com os 50 Melhores Álbuns de Nu-Metal da história. Lançado em 2003, o álbum de estréia do Evanescence aparece em 11° lugar:

"Possivelmente um dos álbuns de estréia mais influentes da história do metal, "Fallen" de 2003 levou oito anos para ser concretizado, e estamos felizes com o tempo que eles gastaram! Um processo de edição incrivelmente complexo incluiu o uso de 414 microfones para gravar o chimbal da bateria. O som orquestral e o coral, que definiram o Evanescence, encontraram seu lugar no disco. A voz fantasticamente limpa de Amy Lee oferece um leve alívio aos vocais predominantemente dominados por homens e metaleiros contemporâneos."






Na noite de ontem (27), o site Altpress publicou alguns trechos de uma entrevista com a Amy Lee no qual ela confirma um novo álbum de inéditas do Evanescence. Além de falar sobre a novidade, a vocalista revela que a próxima turnê, que já possui algumas datas de shows divulgadas, não fará parte da Synthesis Live (turnê realizada em 2017 e 2018) e que será breve para que os integrantes possam se dedicar ao processo de criação do novo material. Confira a tradução da entrevista feita pelo site Immortal Essence:

"A banda também disse que o próximo lançamento será uma continuação do álbum auto-intitulado de 2011. (...) 

"Todos nós realmente queremos fazer isso", diz Lee. "E não é uma daquelas coisas em que, tipo, 'Algum dia, talvez façamos algo de novo'. Todos estão a bordo, e estamos nos reunindo para fazer alguns shows no próximo ano, no estilo [do álbum auto-intitulado] - em parte porque acho que será bom voltarmos a essa raiz, voltar a tocar rock and roll no estilo do Evanescence e, simplesmente, juntar-se novamente. ”

Lee diz que a banda não tem grandes planos de turnê no ano que vem. Além de alguns shows, Lee quer ser capaz de ter tempo para lançar novas idéias.

"Acho que vai ser legal que, em vez de fazermos uma longa turnê, o ano que vem será uma espécie de ano aberto para nos inspirarmos, sermos criativos e nos reunirmos para tocar alguns shows também", diz Lee. "Então, temos tempo para nos reunir e nos sentirmos, sermos uma banda, mas também há espaço ao nosso redor para que possamos dizer "Ok. Foi divertido. Eu tive uma ideia. Que tal na semana que vem? Todo mundo está livre? Vamos ficar juntos."

Apesar dos planos promissores da banda, não há um cronograma específico definido para o lançamento de novas músicas ainda.

No resto da entrevista, Lee explica as diferenças envolvidas em tocar um show do tipo rock versus aqueles com uma orquestra. Lee aborda os desafios antes de “voltar ao básico”. Para suas performances mais pesadas, Lee diz que tenta usar o palco inteiro, projetar sua voz e elevar a multidão o máximo possível.

"Eu não estou nervosa pelo retorno, mas ainda não praticamos", diz. "Nós não tocamos no estilo rock há mais de um ano, estou curiosa para isso novamente."

Fonte: Altpress

Os primeiros shows de 2019 já estão marcados! Ontem (02), no Twitter a banda contou que divulgará em breve algumas datas fechadas com festivais no próximo ano. 

Ao que tudo indica essa nova turnê não fará parte da Synthesis Tour que aconteceu em 2017 e 2018. O primeiro show já divulgado será na Flórida, no Festival Welcome To Rockville, em 3 de maio. O Evanescence será uma das atrações principais no primeiro dia do festival junto com as bandas Korn e The Prodigy.




Ainda não há previsão para shows no Brasil, siga nossas redes sociais e não perca nenhuma atualização.


Na última sexta-feira (12), o Evanescence lançou o seu segundo DVD ao vivo, o Synthesis Live. O novo material se encontra disponível nos formatos DVD, DVD+CD, Blue-Ray, Blue-RAY+CD e na versão digital. As vendas estão sendo feitas através do site www.eagle-rock.com/evanescence e ainda não há previsão para a venda física no Brasil. 

No canal oficial do Evanescence no YouTube foi liberado o vídeo de três músicas do novo DVD. Confira:






A Synthesis Live chegou ao fim. O último aconteceu no sábado, 8 de setembro, no Sunlight Supply Amphitheatre, em Ridgefield, Washington.

Na Synthesis Live, turnê promocional do novo álbum do Evanescence, todos os shows foram realizados com uma orquestra completa. A primeira fase da tour começou em 14 de outubro de 2017, em Las Vegas e contou com 28 shows que aconteceram de outubro a dezembro do ano passado. A segunda fase foi realizada em conjunto com a violinista Lindsey Stirling, de junho a setembro de 2018, com 31 concertos somente na América do norte. 

No sábado, após o último concerto, a banda começou a liberar no canal oficial do Youtube alguns vídeos que mostram os bastidores e a equipe da Synthesis Live. Confira os vídeos liberados e mais fotos e vídeos do show ao vivo:


Bastidores da Turnê



Fotos e vídeos do último concerto






























Até o momento, Amy Lee diz que não há planos para realizar uma nova turnê, que pretende focar em um novo álbum de inéditas do Evanescence, previsto para 2019/2020.